Texto para Leitura 1

Cidade medieval_Ilustração_BDWebB
Cidade medieval_Ilustração_BDWebB

 

Sábado, 25 de Outubro de 2008

Corporações: ufania do próprio ofício e projeção política no governo municipal

 

O artesão medieval tem em geral grande amor e zelo pela própria profissão.”

 

Encontra-se um testemunho disso nos romances de profissão, como os de Thomas Deloney sobre os tecelões e sapateiros de Londres, no qual estes últimos intitulam seu trabalho como “a nobre profissão”, e têm orgulho do provérbio: “todo filho de sapateiro é príncipe nato”.

 

É um traço especialmente medieval este orgulho do próprio estado e o zelo das corporações na reivindicação de seus privilégios....”

 

Leia mais:

http://cidademedieval.blogspot.com/

 

 

Texto para Leitura 2

Saint Denis_Vitral de Igreja_Idade Média_BDWebB
Saint Denis_Vitral de Igreja_Idade Média_BDWebB

A concepção medieval da arte, o símbolo e as "Bíblias dos pobres"

 

A Idade Média concebeu a arte como um ensinamento.

 

Tudo o que era necessário ao homem conhecer — a História do mundo desde a Criação, os dogmas da Religião, os exemplos dos santos, a hierarquia das virtudes, a variedade das ciências, das artes e das profissões — lhe estava ensinado pelos vitrais da igreja ou pelas estátuas dos pórticos.

 

A catedral mereceu ser conhecida por este nome tocante: “A Bíblia dos pobres”. Os simples, os ignorantes, todos aqueles que constituíam “o povo santo de Deus”, aprendiam pelos olhos quase tudo que sabiam de sua Fé....”

Leia mais:

http://gloriadaidademedia.blogspot.com/2008/03/concepo-medieval-da-arte-o-smbolo-e-as.html

 

 

Entrar em Sites Selecionados.

 

                Retornar à Área de Testes.